Backup do MySQL com shell script

Desde a migração do And After (final de dez 2010) para sua nova versão eu não tinha nenhuma rotina de backup do MySQL rodando – e já aprendi que nunca nesta vida devemos ficar sem backup do banco de dados de nossos projetos ou clientes.

Como eu sou "dummie" no Linux (veja você que cheguei a escrever como ver o IP no Linux) eu não sabia como fazer o agendamento de tarefas até descobrir como usar o crontab para agendar rotinas e executar shell scripts.

Ontem pesquisei um pouco sobre a melhor forma de executar um backup do MySQL e as recomendações em fóruns era de que a forma mais correta de fazer um backup sem a necessidade de derrubar o serviço é usando o mysqldump.

O MySQL dump

O mysqldump acessa sua base de dados como qualqer aplicação, por isso não é necessário derrubar o serviço antes do backup. Se você optar pela cópia de arquivos do sistema ao invés do dump (e não derrubar o mysql antes do backup) pode acontecer problema nos arquivos caso sua base seja alterada durante o backup.

O comando para gerar um .sql usando o  mysqdump é recebe algumas variáveis, um exemplo do comando (as variáveis estão explicadas abaixo do comando):

mysqldump -h localhost -u usuario -pSUASENHA nomedabase > meubackup.sql

Todos os itens sublinhados são variáveis e você deve alterar de acordo com as configurações do seu servidor.

localhost – o servidor para acessar o banco MySQL

usuario – o nome do usuário do banco

SUASENHA – password do usuário setado na variável acima (repare que não existe espaço entre -p e a senha digitada

nomedabase – nome da base que será exportada

meubackup.sql – nome do arquivo que será salvo (incluir a extensão .sql)

O arquivo gerado irá ser salvo no local em que o comando foi executado, portanto você deve primeiro ir até a pasta onde você quer salvar seu backup (usando o comando cd), por exemplo:

cd /var/backups/mysql

Feito isso você executa o comando mostrado anteriormente e será gerado o arquivo dentro de /var/backups/mysql.

Shell script para fazer o mysqldump

Sabendo os comandos para executar o dump do MySQL tudo o que você precisa agora é passar estes comando para um arquivo .sh (shell script).

Requisitos e/ou configurações

  • Ubuntu Server 10
  • gzip instalado (sudo apt-get install gzip)
  • MySQL rodando (com possibilidade de executar o mysqldump)
  • Usuário/senha com acesso a base mysql

Não estou dizendo que só vai funcionar na versão do SO que estou passando aí, mas como cada versão tem suas peculiaridades a informação pode ser importante para quem tiver problemas. 😉

#/bin/bash
U_PASTA="/var/backup/mysql"
U_DATA=$(/bin/date +%Y%m%d%H%M%S)
U_CAMINHO="backup-$U_DATA.sql"
U_HOST="localhost"
U_USER="root"
U_PASSWORD="password"
U_DATABASE="database"
#
cd $U_PASTA
mysqldump -h $U_HOST -u $U_USER -p$U_PASSWORD $U_DATABASE > $U_CAMINHO
gzip $U_CAMINHO
echo "Backup do MySQL executado"
 

No início do código as definições das variáveis para o comando mysqdump e também é salvo uma variável com informações de data, que é usada para nomear o arquivo sql gerado.

A lógica do código:

  1. Vai para o caminho especificado onde será salva a exportação do banco
  2. Executa o mysqldump com as configurações das variáveis
  3. Compacta o arquivo exportado (gzip, não mantém o arquivo descompactado)

Meu post anterior foi um tutorial sobre como usar crontab, com ele é possível você criar uma rotina que executa o seu shell script e mantém seus dados seguros. Para o And After criei uma tarefa diária, toda a madrugada uma cópia do banco é salva.

Cuidado!

O shell script deste post apenas gera os backups e não trata os backups antigos. Se você fizer a exportação diária do banco e não tratar de alguma forma seus backups consumirão todo o espaço do seu servidor.

Existem exemplos em que o próprio shell script e exclui os arquivos antigos, achei mais prático deixar isso a cargo do logrotate (que é assunto para outro post).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *