Flex – o meu Hello World

Por vários motivos, comecei a dar uma olhada em Flex, o framework da Adobe para criação de RIAs (Rich Internet Application) baseado no Flash.

Nunca me atrevi a abrir um .fla na minha vida; pelo pouco que conheci do Flash na épcoa do action script 1 e 2, achei que era muito confuso para o resultado final, e que o AS1 e 2 eram voltados a designers (nada contra) que precisavam de poucos recursos nos seus swfs. Por isso que quando saiu o action script 3 eu já fiquei mais animado, pois ele estava muito melhor estruturado, com pacotes de componentes melhor divididos, boa orientação a objetos (e seus paradigmas), documentação online

Quem já trabalhou com qualquer linguagem orientada a eventos (VB, Delphi, C++ Builder) se sente muito confortável, e quem está acostumado a OO só tem o trabalho de descobrir as features do framework. A SDK pode ser baixada livremente.
A Adobe comercializa o Adobe Flex Builder, que permite uma maior facilidade na implementação das interfaces.

Eu não baixei pois queria trabalhar direto no mxml, que é o formato (uma espécie de xml) concebido para os arquivos onde são escritos os códigos de um projeto Flex.

Basicamente, os passos para um Hello World – algo simples – são, além de ter a SDK do Flex na sua máquina, criar o .mxml e compilar o mesmo, para gerar o swf.

O mxml ficou da seguinte forma (pode fazer download aqui):

<?xml version="1.0" encoding="utf-8"?>
<mx:Application xmlns:mx="http://www.adobe.com/2006/mxml" xmlns:explorer="*"
    width="100%" height="100%" pageTitle="Hello World">
   
    <mx:HDividedBox width="100%" height="100%">
        <mx:Text>
            <mx:text>Olá Mundo!</mx:text>
        </mx:Text>
    </mx:HDividedBox>
   
</mx:Application>

Application é o nó pai do documento, seria como no html a tag <html>. Nele, digo que o swf gerado terá largura e altura de 100%.

Então insiro um objeto HDividedBox, que insere uma divisão horizontal nela, e dentro dela uma área de texto (Text).

Com isso, é só salvar (salvei como hello.mxml) e compilar o mesmo, com o comando

../bin/mxmlc -use-network=false hello.mxml

*aponte ../bin para a pasta bin que fica dentro da SDK do Flex da sua máquina.

O swf gerado foi esse aqui

O que achei do Flex? A vantagem é a facilidade na componentização de elementos da interface, com uma qualidade gráfica que CSS/javascript não alcançam com facilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *