PDO – classe para acesso a diversos tipos de banco de dados

Quando comecei a programar em PHP, aprendi como fazer requisições a banco de dados MySQL usando as funções nativas do PHP (mysql_connect(), mysql_query(), etc…), as chamadas MySQL Functions.

Muito se passou, o PHP estava na versão 3, e hoje em dia está na 5 (quando sai a 6, mesmo?!?!). Muitas coisas mudaram, e o PHP possui agora características de Orientação a Objetos muito boas. E com isso foi possível criar uma interface simples e leve para acesso a banco de dados, chamada de PHP Data Object, ou PDO.
O que o PDO faz é ser um intermediador para que vocé possa acessar vários tipos de bases de dados (MySQL, PostGree, Firebird, SQL Server, Oracle, etc…) com a mesma sintaxe, alterando apenas o driver usado na conexão. Ou seja, não é ele quem faz a conversa com a base de dados; ele procura quem é que vai conversar com aquele tipo de base de dados.

Um exemplo prático de insert em uma tabela de um banco MySQL:

<?php
$fullName = $_POST["fullName"];
$childrensName = $_POST["childrensName"];
$age = $_POST["age"];
$cpf = $_POST["cpf"];
$hobbies = $_POST["fullName"];

$db = new PDO("mysql:host=localhost;dbname=mydb", admin", "root");
$stmt = $db->prepare("INSERT INTO user (fullName, childrensName, age, cpf, hobbies) VALUES ("$fullName","$childrensName","$age","$cpf","$hobbies")");
$stmt->execute();
?>

Se fosse necessário usar outro banco, por exemplo um Firebird, seria necesseario alterar apenas a linha que faz a instanciação do objeto PDO, usando o driver adequado.

Esse texto não visa ser um tutorial de como usar, mas sim uma apresentação dessa classe muito útil e, certamente, elegante!

http://br.php.net/manual/en/book.pdo.php

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *