3 Dicas de performance de CSS

O primeiro passo para se discutir a performance da renderização das páginas no navegador é entender como o navegador funciona.

Antes de continuar você deve entender os conceitos de browser reflow e browser repaint, pois nosso objetivo para ter uma página renderizada mais rapidamente é a redução dos reflows e repaints da página.

Como o navegador interpreta o CSS?

O navegador começa a leitura do CSS da direita para a esquerda, do nosso último elemento para o primeiro. Ele pega o seletor bem da direita, percorre todos os elementos do DOM que casem com este seletor e passar para o próximo seletor a esquerda, verificando os parents do seletor que ele verificou anteriormente (o bem da direita na sua linha de seletores).

Parece confuso mas na prática é simples. Para o código abaixo, por exemplo:

#content #menu ul li a

O navegador vai varrer todos os elementos "a" da sua página, depois ele vai verificar quais destes elementos estão dentro de um elemento li e assim por diante até encontrar o elemento #content.

Agora que você já sabe como o navegador trabalha vamos as dicas de CSS para páginas rápidas!

 

1. Escreva seletores curtos

Agora que você já sabe como o navegador percorre o seu seletor, já sabe quanto mais curto ele for menos será o caminho percorrido e consequentemente mais rápida a renderização da sua página.

Evite

#content nav#menu ul li a

 

Melhor performance CSS

.menu-item

 

Outro exemplo, em uma página com bastante conteúdo tabular:

Evite

table thead tr td

 

Melhor performance CSS

.header-table

 

2. Prefira classes e ids do que seletor por elemento

Quanto mais preciso seu seletor for menos elementos do DOM serão percorridos pelo browser, o seletor de tag tende a ser mais abrangente do que seletor de classe.

Evite 

h2.product-title

Melhor performance CSS

.product-title

 

Evite

nav#menu

Melhor performance

#menu

O navegador não precisa fazer 2 verificações para estilizar os elementos casados com a classe.

 

3. Evite seletor universal, por atributo e pseudo-selectors

Principalmente no IE evite os pseudo seletores como :hover, :nth-child e outros. O seletor universal percorre todos os elementos do DOM (por isso a baixa performance) e os pseudo seletores tem uma performance bem inferior do que qualquer seletor por classe ou id, então sempre que for possível evite seu uso.

Evite:

input[type="text"]

Não tão ruim:

input.texto

Melhor performance CSS:

.input-texto

 

Dica bônus: não enlouqueça

Não seja um paranóico, não deixe que as preocupações com performance de CSS prejudiquem (muito) a organização e leitura do seu código.

Se você trabalha em projetos com uma equipe grande em que todos estão acostumados a escrever seletores descritivos (e compridos) para facilitar o entendimento do código pode ser um pouco complicado fazer esta mudança, uma boa dica é estimular comentários no CSS – qualquer processo de minify arrancará os comentários e manterá o código enxuto.

 

Para saber mais sobre performance no front-end veja este post sobre performance de javascript e o recente post do Chris sobre manipulação do DOM de forma mais performática.

Se está na dúvida (ou não acredita no que escrevi), utiliza esta ferramenta para testar a performance de seletores CSS.

 

Referências:

Melhorando a performance do CSS

Escrevendo CSS eficiente

Google best pratices rendering

Mozilla – Writting effective CSS

Simplifying CSS selectors

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *