Silverlight X Flex

Estava lendo algumas coisas na web sobre o futuro do flash, e na maioria dos textos me deparei ou com o Flex ou o Silverlight.
Flex é a tecnologia que a Macromedia desenvolveu como continuação para o flash quando voltada a RIAs (rich interface applications): tem uma SDK poderosa, dando a possibilidade do desenvolvedor trabalhar em cima de uma interface gráfica ou escrever uma espécie de XML (chamada de MXLM) que será interpretado. O uso de webservices e a possibilidade de integração com frameworks voltados para ajax é o grande salto desde o tempo do flash.
Silverlight é uma tecnologia que a Microsoft criou e que compete diretamente com o Silverlight (criação de RIAs): também tem uma interface visual ou pode ser desenvolvido sobre XML (XAML), tem todo o poder da Microsoft por trás (nem tanto em tecnologia, mais em poder de penetração) e integração com o (framework) .Net.

Segue abaixo uma tabela comparativa entre as duas tecnologias

 

Pontos em comum

  • Aplicações multi-plataforma: suporte para Windows, Mac e Linux
  • Linguagem XML para definir a interface
  • Integração com vídeo
  • Linguagem orientada para objectos
  • Acesso facilitado a serviços web XML
  • Suporte directo com JAVA e AJAX

Vantagens Flex

  • Ferramentas dedicadas ao design
  • Facilidade no desenvolvimento do Design
  • Forte integração com restantes ferramentas da Adobe
  • Tecnologias de suporte já implementadas na maioria dos sistemas
  • Existência de uma vasta colecção de plug-ins gratuitos para a plataforma
  • Suporte directo com JAVA e AJAX
  • Frameworks dedicadas para aplicações standalone (AIR)
  • Comunicação directa com todo o tipo de tecnologias server-side

Vantagens Silverlight

  • Suporte para Visual Basic e C#
  • Facilidade de integração com ASP.NET

Desvantagens Flex

  • Suporte apenas para ActionScript 3.0
  • Algumas limitações de programação (falta de suporte para VB, C++, Python)

Desvantagens Silverlight

  • Incompatível com versões antigas do Windows, como o Windows 2000 e 98.
  • Necessidade de software específico para suporte.
  • Fraca penetração no mercado a curto prazo
  • Tecnologia recente, logo ainda pouco desenvolvida

Fonte: http://geoxplorer.files.wordpress.com/2008/03/flex_vs_silverlight.pdf

 

Como um escritor de HTML/CSS que sou, pouco conheço de flash e suas evoluções.
Mas, sem querer fazer um julgamento, a Microsoft vai ter que ralar muito para se dar bem com o Silverlight: o Flex pega diretamente toda a base de desenvolvedor Flash já existentes no mercado (de 10 anos, mais ou menos) além de não requisitar um plug-in diferente para o browser (o mesmo player do flash funciona para o Flex). Sem contar que o Flex, agora, é uma tecnologia aberta, onde os usuários podem contribuir, enquanto (até onde encontrei referências) o Silverlight é mais uma tecnologia fechada da Microsoft.
Ou seja, "Não é a primeira vez que a Microsoft desenvolve algo novo que acaba caindo no esquecimento e saindo de linha, como tantas outras coisas que eles desenvolveram." (como diriam os Garotos da Web)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *