Dois monitores no seu pc: algumas impressões a respeito

No último final-de-semana comprei um monitor novo. 22´ polegadas LCD, widescreen. O preço? R$800
Por coincidência, no começo dessa semana me foi informado (prometido?) um novo monitor no meu trabalho (acho que um de 19´´).
Enquanto os dois não chegam, me veio aquela idéia: "Hummm, porque não utilizar dois monitores ao mesmo tempo?" e fui googlar para ver o que as pessoas por aí acham disso, quais os benefícios, quais os requisítos, como configurar…

 

Até um tempo atrás, pra ter dois monitores funcionando eram necessárias duas placas de vídeo. Ou seja, além do custo de ter dois monitores, vinha junto o custo das duas placas. Mas – ainda bem – ao mesmo tempo em que o valor dos monitores veio caindo (junto com uma qualidade absurdamente melhor), as placas de vídeo se tornaram mais poderosas e hoje já é possível encontrar muitas no mercado que possibilitam o uso de um segundo monitor. Segundo esse post do INFO Online, "todos os modelos com chip GeForce4 Ti (da nVidia) e as ATI Radeon 9000 ou superiores trazem a opção de usar dois monitores"

A maior parte das placas possui uma entrada VGA (aquela comum) e uma DVI (comumente para monitores LCD); caso nenhum dos seus monitor tenha saída para DVI, pode-se encontrar adaptadores DVI-VGA no mercado (leia aqui um pouco sobre os conectores de vídeo e como eles trabalham). Não me lembro de cabeça de placas de vídeo com duas entradas VGA, mas diz o Google que há! hehe
*e você ainda pode ter uma segunda placa de vídeo (slot PCI ou AGP?) caso a sua original não tenha


Exemplo de placa de vídeo com um slot VGA e um DVI

A maior parte dos sistemas operacionais oferecem suporte a esse uso; o Windows desde a versão 98 possui, as distribuições do Linux também.
Como configurar? Ainda não sei, pois não tive que colocar a mão na massa ainda. Mas pelo que vi, os próprios sistemas operacionais já estão preparados para isso e oferecem interfaces bem intuitivas – e em breve, como terei que fazer isso para o Windows XP e para o Ubuntu – coloco um how-to; mas já vi que pipocam em blogs e sites especializados tutoriais de como fazê-lo.

Acho bacana também citar que, dizem as lendas, ou melhor, algumas pesquisas, que o ganho de produtividade quando se passa a usar um segundo monitor é significativo. Claro, isso depende muito da pessoa, das tarefas que ele efetua, do tempo de utilização (qualquer mudança com o ambiente de trabalho acarreta uma diminuição da produtividade nos primeiros dias, até se acostumar. E eu senti bem isso quando passei a usar o Compiz no Ubuntu).
Pesquisas, desde as mais otimistas até as pessimistas, apontam ganhos entre 10% até 50% em alguns casos. (Veja esse post e esse artigo sobre a produtividade com um segundo monitor)

Bem, eu ainda vou passar por essa mudança nos próximos dias, então depois eu posto aqui qual a minha impressão sobre esse uso. Inclusive estou querendo ver como vou me virar com o uso do efeito do cubo na área de trabalho do Compiz no Ubuntu com um segundo monitor – receio que virará uma bagunça no começo. Mas aí é outra história!

Ah, indico esses dois links como leitura a respeito para quem se interessar 🙂
http://info.abril.com.br/dicas/arquivos/saiba-como-usar-dois-monitores-num-unico-900.shtml
http://www.efetividade.net/2007/04/06/2-monitores-no-seu-pc-ganhe-produtividade-e-reduza-o-stress/
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *